Corpo de Bombeiros

Praça da República, 61 – Centro, Rio de Janeiro – RJ

Telefone: 193

Site: Site Oficial

 

 

Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro

O Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) é uma Corporação cuja principal missão consiste na execução de atividades de defesa civil, prevenção e combate a incêndios, buscas, salvamentos e socorros públicos no âmbito fluminense.

Ele é Força Auxiliar e reserva do Exército Brasileiro, e integra o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social do Brasil. Seus integrantes são denominados Militares dos Estados pela Constituição Federal de 1988, assim como os membros da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro.

Histórico

Origem

O Corpo de Bombeiro Militar do Rio de Janeiro é o mais antigo do Brasil. Foi fundado pelo Imperador D.Pedro II em 1856, após a incidência de inúmeras tragédias, como os incêndios do Teatro São João, em 1851 e 1856. Nessa época o Imperador decidiu organizar o Corpo Provisório de Bombeiros da Corte, reunindo sob uma mesma administração as diversas seções que até então existiam (nos Arsenais de Guerra e de Marinha, Repartição de Obras Públicas e Casa de Correção).

Em abril de 1860 foi publicado o primeiro regulamento, onde constava sua subordinação ao Ministério da Justiça.

Em 1864 a Diretoria Geral foi instalada da Praça da Aclamação (atual Praça da República); endereço que permanece até os dias de hoje como sede do Comando Geral do CBMERJ.

Inicialmente a Corporação não possuía caráter militar, e os oficiais não podiam usar insígnias nem mesmo no quartel. Foi somente em 1880 que seus integrantes passaram a ser classificados dentro de uma hierarquia militarizada. O Diretor Geral recebeu a patente de Tenente-coronel; o Ajudante a de Major; os Comandantes de Seções as de Capitão; e os Instrutores, as de Tenente.

Com a Proclamação da República em 1889, a Corporação passou a denominar-se Corpo de Bombeiros do Distrito Federal,

Em 1917 passou a constituir Reserva do Exército Nacional. Condição essa revertida em fevereiro de 1934, e readquirida em 1948.

Fusão do Estado do Rio de Janeiro com o da Guanabara

Quartel do Comando Geral do CBMERJ
Praça da República – Rio de Janeiro.
Em 21 de abril de 1960 o Governo Federal transferiu-se do Rio de Janeiro para Brasília, e o antigo Distrito Federal foi transformado no Estado da Guanabara, passando a Corporação a denominar-se Corpo de Bombeiros do Estado da Guanabara (CBEG).

Em 15 de março de 1975 realizou-se a fusão do Estado da Guanabara com o do Rio de Janeiro, por meio da Lei Complementar nº 20, de 1º de julho de 1974. Até então, no Estado do Rio de Janeiro o Corpo de Bombeiros estava subordinado à Polícia Militar, funcionando, via de regra, com pelotões destacados dentro dos quarteis da PM especializados em atividades de defesa civil. Após a fusão, o Corpo de Bombeiros fluminense foi desmembrado da PM e unificado com o guanabarino.

A Corporação passou então a designar-se como Corpo de Bombeiros do Estado do Rio de Janeiro (CBERJ), com as prerrogativas do centenário Corpo de Bombeiros da antiga Capital Federal; mantendo a autonomia e subordinando-se diretamente à Secretaria de Estado.

Em 1983 foi criada a Secretaria Estadual de Defesa Civil; sendo o Coronel BM José Halfed Filho, Comandante Geral do CBMERJ, o primeiro Secretário a tomar posse do cargo.

Em 1995 essa Secretaria foi extinta e transformada em Departamento Geral de Defesa Civil, voltando o CBMERJ a ficar subordinado à Secretaria de Segurança Pública.

Com as mudanças inseridas na Constituição Federal de 1988, foi incorporado, também em 1995, o termo “Militar” à denominação; objetivando com isso reforçar sua condição de Reserva do Exército.

Fonte: Wikipedia

Aviso de Incêndio ou Acidente e sua Confirmação

Ao ligar para o Corpo de Bombeiros mantenha-se calmo e informe:

Local do incêndio ou do acidente, informando o endereço contendo:
bairro, rua, n.º, ponto de referência;
Seu nome e telefone;
Situação real do incêndio ou do acidente;
Existência de vítimas ou não;
Risco de explosões, etc; e
Respondendo ainda eventuais perguntas do militar do Centro de Operações

Aguarde junto ao telefone para a confirmação da ocorrência. O número 193 é padrão para a solicitação de emergência do Corpo de Bombeiros em todo o Brasil. No Rio de Janeiro este número conecta o solicitante à unidade do Corpo de Bombeiros mais próxima do telefone de onde se originou o chamado de socorro.

Fonte: Site Oficial

 

Top